ELETRI CAR

ELETRI CAR

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

DIANA, SACOLÃO NEIDE E FILHO

ANUNCIANTES JULHO

ANUNCIANTES JULHO

BOI NÃO BERRA WAGNER SANTOS

BOI NÃO BERRA WAGNER SANTOS

BALNEÁRIO PIRAPORA

BALNEÁRIO PIRAPORA

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

MADEIREIRA MOVELAR E DROGARIA PREÇO BAIXO

SKEMA 10 SET

SKEMA 10 SET

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Justiça condena ex-prefeito de Boqueirão do Piauí por improbidade

A pedido do Ministério Público Federal no Piauí (MPF/PI), a 3ª Vara da Justiça Federal condenou o ex-prefeito de Boqueirão do Piauí, Gervásio Barbosa, pela prática de improbidade administrativa ocorrida no seu mandato.
De acordo com a ação civil pública do procurador da República Tranvanvan da Silva Feitosa, o ex-gestor praticou irregularidades na execução física do Convênio nº 899/06, firmado com a FUNASA, no valor de R$ 100.000,00, que tinha por objeto a construção de melhorias sanitárias domiciliares, tendo em vista que, além de não haver aplicado, corretamente, parte dos recursos recebidos, R$ 80.000,00, não prestou as respectivas contas.
O ex-prefeito de Boqueirão do Piauí, Gervásio Barbosa, foi condenado: a) ressarcimento integral dos prejuízos causados ao erário de Boqueirão do Piauí, no montante de R$ 80.000,00, devidamente corrigidos; b) perda de cargo público, caso ocupe algum; c) à suspensão dos direitos políticos por cinco anos; d) pagamento de multa civil no valor de R$ 40.000,00, corrigidos, a serem revertidos ao erário de Boqueirão do PI; e) proibição de contratar com o Poder Público, inclusive de Boqueirão do Piauí, pelo prazo de cinco anos, qualquer que seja a modalidade contratual. Cabe recurso contra a decisão.
Fonte: MPF 
Publicado por: Redação http://clubesat.com/


Nenhum comentário:

Postar um comentário